Filmes

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

sábado, 3 de fevereiro de 2007

As esposas de Stepford

Título original: The Stepford wives
Ano de lançamento: 1975
País: USA
Direção: Bryan Forbes
IMDb

Elenco:
Katharine Ross - Joanna Eberhart
Peter Masterson - Walter Eberhart
Mary Stuart Masterson - Kim Eberhart
Ronny Sullivan - Amy Eberhart
Paula Prentiss - Bobbie Markowe
Nanette Newman - Carol Van Sant
Tina Louise - Charmaine Wimperis
Carol Eve Rossen - Dr. Fancher
William Prince - Ike Mazzard
Carole Mallory - Kit Sundersen
Toni Reid - Marie Axhelm
Judith Baldwin - Patricia Cornell
Barbara Rucker - Mary Ann Stravros
George Coe - Claude Axhelm
Franklin Cover - Ed Wimperis
Robert Fields - Raymond Chandler
Michael Higgins - Mr. Cornell


Sinopse:
As esposas de Stepford começa quando Joanna e Walter Eberhart se mudam para a pequena cidade de Stepford com seus dois filhos.

Logo no início Joanna se impressiona com as mulheres locais, que parecem ser submissas demais aos maridos. Os homens também agem estranhamente, encontrando-se em reuniões privadas onde a presença feminina é proibida.

Acreditando tratar-se de mera convenção de cidade pequena, Joanna faz amizade com Bobbie e segue em frente. Mas quando esta passa a se vestir e agir tal qual as outras esposas, Joanna desconfia de que talvez algo calculado esteja por trás do comportamento feminino local. Seus receios aumentam quando seu marido também muda sua conduta com relação a ela.

As esposas de Stepford é um belo suspense.

Uma caricatura do machismo e de como os estereótipos nos são enfiados goela abaixo. Ainda assim, consta nos extras que o filme causou certa polêmica entre algumas feministas, que entenderam a obra como machista.

Na idéia inicial do filme todas as mulheres de Stepford atuariam em trajes sexys e provocantes. Nesse caso a caricatura seria bem mais evidente, obtendo até um viés cômico. Infelizmente ou felizmente, Bryan Forbes pediu que esse detalhe fosse modificado, pois sua esposa Nanette Newman, que atua no papel da mais stepfordiana de todas, não concordou com o tipo de vestuário previsto. Assim as esposas adquiriram um aspecto mais conservador, o que conseqüentemente deu um clima mais pesado e sério ao filme.

Debate vai, debate vem, o filme terminou marcando época a ponto da palavra stepford entrar para o vocabulário americano como sinônimo de “mulher submissa”.

O filme teve 3 sequências para TV – Escravidão Matrimonial (Revenge of the Stepford wives , 1980), The Stepford Children (1987) e The Stepford Husbands (1996) – e um recente remake que trata-se na verdade de uma comédia com Nicole Kidman intitulado Mulheres perfeitas (2004).

As esposas de Stepford é baseado em um romance de Ira Levin, também responsável pelo livro que deu origem ao filme O bebê de Rosemary. Depois do remake a obra teve uma nova edição no Brasil, com o mesmo título da refilmagem.

Também lançado no Brasil com o título: Esposas em conflito.

Conceito: a