Filmes

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

quarta-feira, 15 de novembro de 2006

Visões 2 – A vingança dos fantasmas

Título original: Gin gwai 10 / Jian gui 10 / The eye 10
Ano de lançamento: 2005
País: Hong Kong / Tailândia
Direção: Oxide Pang Chun e Danny Pang
IMDb

Elenco:
Bo-lin Chen - Tak
Yu Gu - Ko Fai
Bongkoj Khongmalai
Isabella Leong - April
Ray MacDonald
Kate Yeung - May


Sinopse:
Acho que um dia os irmãos Pang acordaram e pensaram “Vamo avacalhar com tudo que a gente fez até hoje?” E daí surgiu a idéia desse filme. Os brasileiros acharam pouco e deram um subtítulo ridículo. Além de confundir toda a série, tratando o terceiro filme da franquia como se fosse o segundo.

Enfim, The eye 10 não funciona como terror pipoca, trash, horror-comédia, ou mesmo teen. Ele simplesmente não funciona. A história é centrada num grupo de adolescentes que encontra um livro intitulado As 10 maneiras de ver um fantasma. É aí que a produção tenta de maneira bastante forçada encaixar as idéias centrais dos filmes anteriores colocando entre as 10 formas coisas extremamente específicas como “o transplante de córnea maldito”. Enfim, o livro é encontrado pelos adolescentes que obviamente vão tentar uma por uma, cada dica, no intuito de ver fantasmas até descobrir que estão todos fudidos.

O filme já começa loucamente com uma cena de um culto budista onde uma mulher possuída com uma língua de 2 metros insiste em lamber todos os monges. Mas ele fica pior mesmo é na seqüência de cenas que se passam no “mundo dos mortos”, quando dois adolescentes descobrem que o bafo deles afasta os espíritos. A cena fica especialmente bizarra quando eles começam a direcionar o bafo na direção dos espíritos, de modo que você pensa que está jogando Street fight. Não bastasse isso, os mesmos adolescentes descobrem que peidos distraem os espíritos.

É admirável e até mesmo inacreditável que esse filme tenha alguma coisa que valha a pena, mas tem. A cena da conjuração de espíritos com os pratos na calçada é realmente assustadora. Também legal rever o garotinho que perde o boletim no primeiro The eye. No mais, o filme é aterrorizante de tão ruim, com cenas que beiram a comédia onde bolas de basquete atacam as pessoas, espíritos possuem outros pra dançar música eletrônica e guarda-chuvas que flutuam.

Conceito: e