Filmes

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

quinta-feira, 16 de novembro de 2006

A sombra do vampiro

Título original: Shadow of the Vampire
Ano de lançamento: 2000
País: Reino Unido / Luxemburgo / USA
Direção: E. Elias Merhige
IMDb

Elenco:
John Malkovich - Friedrich Wilhelm 'F.W.' Murnau
Willem Dafoe - Max Schreck
Udo Kier - Albin Grau
Cary Elwes - Fritz Arno 'Fritzy' Wagner
Catherine McCormack - Greta Schröder
Eddie Izzard - Gustav von Wangenheim
Aden Gillett - Henrik Galeen
Nicholas Elliott - Paul
Ronan Vibert - Wolfgang 'Wolf' Müller


Sinopse:
Ficção que revisita a obra de Murnau de forma divertidíssima. O filme parte da idéia de que, para o papel principal de sua adaptação de Bram Stoker, Murnau teria encontrado um vampiro de verdade. Assim ele desloca toda a produção e elenco do filme para o castelo de Max Schreck, e para evitar suspeitas avisa a todos que o ator faz parte de uma nova escola de teatro, onde vive o personagem dia e noite, mesmo que não estejam filmando.

Todos engolem a história e ficam embasbacados com a força de vontade do ator, de agir e falar sempre como se fosse o próprio Nosferatu. Isso rende boas cenas. A mais memorável de todas é a em que conversam ele, Udo Kier e um outro sujeito, e pouco depois de fazer uma análise bizarra da obra de Bram Stoker, o que já foi suficiente para deixá-los boquiabertos, Max pega um morcego que passa e o come na frente dos dois, ao que Udo Kier rebate com algo do tipo “O teatro alemão precisa conhecer você!!!

Tudo que Max Schreck vai ganhar em troca da atuação é nada mais nada menos que Greta Schröder. Mas pra isso ele deve se controlar e evitar atacar o resto do elenco e produção, pelo menos durante as filmagens. Mas é claro que ele não consegue.

O elenco não podia ser mais perfeito. É indizível o quanto Willem Dafoe se transformou pra fazer Nosferatu de forma tão realista e fantástica. E John Malkovich também excelente no papel do diretor obcecado pelo realismo, que passa por cima de tudo e de todos pra que sua obra saia exatamente da forma como foi idealizada.

Conceito: a